Blog

Revenda, VPS ou Dedicado? Eis a questão

17 Mai 2011 • Leitura 5 min

Uma dúvida bastante comum que chega pra gente é sobre a decisão de escolha entre um servidor de Revenda, um Servidor Virtual (VPS) ou um Servidor Dedicado. Essa difícil escolha será abrangida por nós neste artigo e poderá te ajudar a tomar uma decisão acertada, mais próxima da sua necessidade.
Não adianta você ter um servidor de revenda para um número muito grande de clientes consumindo os recursos, como também seria um desperdício manter um servidor dedicado para um site que não tem uma alta demanda. Acalme-se, vamos mostrar as vantagens e desvantagens de cada um dos serviços hoje!

Em primeiro lugar, para que ter um dos três?

De forma resumida, adquire um serviço de REVENDA DE HOSPEDAGEM o cliente que deseja abrir o seu próprio negócio de webhosting ou mesmo agências de marketing digital que hospedam seus clientes em suas plataformas. Aluga-se um espaço onde você pode revendê-lo pelo preço que desejar. Sem fazer um auto-jabá (mas já fazendo), em empresas como a HostDime é possível gerenciar os serviços por painéis de controle (cPanel/WHM) e administrar a carteira de cobrança através do WHMCS, um dos gerenciadores financeiros mais utilizados no mercado de webhosting mundial.
Já os Servidores Dedicados e Servidores Virtuais (VPS) são opções de escolha para quem procura um ambiente isolado para o desenvolvimento e produção de seus serviços. Podem ser usados como serviços de hospedagem de sites, aplicações, envios de e-mails, plataformas web, etc.
Agora que já sabemos o que são os três tipos diferentes de serviços, vamos às peculiaridades de cada um:

Revenda de Hospedagem, o começo para muitas empresas!

Seria demagogia se disséssemos que o mercado de hospedagem não é lucrativo, afinal ele é! E, com essa visibilidade de um mercado que cresce mais da metade de seu tamanho anualmente, há o interesse de muitos profissionais e pequenas empresas de fazerem parte dessa festa. O bolo é grande e está disponível para todo mundo. Há as empresas que atuam através da consultoria de serviços de internet para os seus clientes, outras desenvolvem serviços e hospedam em plataforma própria e, é claro, há também aqueles que são apaixonados pelo mercado de webhosting e desejam crescer nesse mundo. Para todas estas situações, um plano de revenda é o mais indicado para se ter um primeiro passo de forma segura.
Em analogia, devemos imaginar os serviços de hospedagem como um prédio: No caso dos serviços de revenda, o revendedor alugará um andar inteiro, dividirá os apartamentos na metragem que preferir e cobrará o aluguel que achar justo. No nosso caso, terá um espaço em disco que será dividido em planos de hospedagem que desejar comercializar. A venda, cobrança e lucro dos serviços fica a critério do revendedor, pagando sempre a mesma taxa mensal de serviços para o Hoster (neste caso, nós).
Um ponto de destaque da revenda é contar com o apoio, know-how e até mesmo a atuação de profissionais do Hoster. Qualquer impasse técnico oriundo de problemas no servidor é resolvido pela empresa contratada e não diretamente pelo revendedor. A revenda não requer um nível de conhecimento muito aprofundado e toda a sua administração pode ser feita sem que o profissional lide com uma linha de código sequer. É claro que, como em todos os novos negócios, recomendamos que um estudo de caso seja feito, uma análise de mercado e um plano de crescimento seja elaborado. Apesar da facilidade, não podemos nos esquecer que estamos falando da criação de uma nova marca, o que demandará tempo e muito trabalho, apesar de ainda não colocar devidamente a mão na massa – tecnicamente falando.
Já o lado ruim da força revenda, é que, por se tratar de um ambiente compartilhado, o abuso dos recursos dos servidores poderá fazer com que os serviços sofram rápidas oscilações, até que os sistemas de detecção façam o bloqueio do site ou serviço que esteja consumindo os recursos de forma indevida. Em analogia ao prédio, é como se o seu vizinho de cima gostasse daquelas festas mais demoradas. Neste caso, a polícia é a equipe de abusos da HostDime, que além de força manual, tem bots programados que vasculham os servidores a cada segundo atrás de possíveis sobrecargas.
Apesar da limitação de atuação quando o assunto é lidar com os serviços essenciais das máquinas (apache/nginx/etc), o revendedor pode deixar a revenda com a cara da sua empresa, criando subdomínios para que seus clientes acessem o painel de controle, automatizando o processo de venda através do WHMCS/WHM, a criação de servidores de DNS próprios e outras ideias que surgirão com o tempo.
O revendedor tem a obrigação de atender ao seu cliente final, não podendo encaminhá-lo para que seja atendido pela HostDime, porém por ser tratar de um profissional com vivência diária das peculiaridades do mercado, o problema sempre virá para nós de forma mais clara e, na maioria dos casos, com resolução já no primeiro atendimento.

Servidor Dedicado, ao contrário do que muitos pensam, este é o segundo passo

Calma, nós deixamos o VPS por último de propósito. Apesar da diferença de preço, os Servidores Dedicados devem ser vistos pelos revendedores como um segundo passo para o crescimento de suas empresas. Não é regra, muitas empresas estão contentes com uso de Servidores VPS ou até mesmo de Revendas para as suas finalidades, mas o caminho natural de crescimento é, de fato, o Servidor Dedicado.
A empresa cresceu, mais e mais clientes estão solicitando serviços e os planos de revenda não suportam mais a demanda. Essa é uma situação cotidiana de quem começa a saborear o crescimento desse nosso mercado. Mas, para não dar um passo com o pé esquerdo, é necessário que você sinta o momento certo de migrar. Não há uma regra com um número específico de domínios hospedados para que você possa migrar os seus serviços, o que irá definir de fato é a sua percepção sobre o quão pesadas estão as aplicações de seus clientes no serviço atual. Há casos em que clientes hospedam 50 sites leves distintos em planos de revenda e realmente não há a necessidade de mudança, afinal o uso do e-mail é baixo, bem como dos recursos do servidor, porém já vimos casos em que 10 domínios de clientes com uso constante dos e-mails, necessidade de envio de e-mail marketing e sites divulgados em grandes redes de televisão resultaram na contratação de serviços dedicados.
O ponto positivo do Servidor Dedicado é que, mantendo a alusão citada acima, você estará contratando um prédio inteiro para a sua empresa, podendo dividir em quantos andares e salas desejar, é claro, dependendo das especificações contratadas em seu servidor. Neste caso você também poderá vender planos de revenda, criar serviços de streaming de áudio e vídeo, soluções específicas para e-mails, e-mail marketing, disco virtual, etc.
Não é mentira para ninguém que a probabilidade de falha num servidor de revenda é maior do que num servidor dedicado, afinal não há como fator agravante o fato de existirem outros clientes de idoneidade desconhecida na plataforma.
Já o fato que requer atenção no Dedicado é o conhecimento para administrá-lo. Os serviços que são vendidos sem gerenciamento necessitam de pessoas com conhecimento para administrá-lo. Em muitos casos – o nosso é um deles – o servidor já é entregue totalmente funcional, com o painel de controle instalado e rodando, mas qualquer tipo de instalação ou problema de ordem virtual (ou seja, softwares instalados na máquina) são de responsabilidade do cliente, por isso é importante conhecer bastante do serviço antes de migrar para ele.
Os Hosters, vendo que muitas empresas cresciam rapidamente, lançaram uma solução para ajudar estes novos empreendedores, são os famosos Serviços de Gerenciamento. Normalmente utilizado como complemento de soluções dedicadas, o gerenciamento é uma mão na roda para quem não tem um conhecimento técnico muito profundo ou ainda não tem capital de giro para a contratação de profissionais especializados. Com taxas bastante atraentes, é possível contar com a maioria dos benefícios de ser um revendedor, mas dentro do ambiente dedicado.

Tá, então para que serve um VPS?

Como dissemos, não é regra, você também pode escolher um VPS para a hospedagem de seus clientes, não há limitações específicas que te impeçam disto, mas deve-se analisar com cuidado. O VPS geralmente é indicado para quem precisa de um ambiente único e isolado para rodar aplicações que requeiram usos de recursos que não são suportados pelos serviços compartilhados, como o plano de revenda.
Quer deixar o Apache de lado e instalar o webserver Lighttpd (ou o Nginx, que seja) dentro do seu ambiente? No plano de Revenda não é possível, mas no VPS você tem autonomia para fazer este tipo de modificação, afinal você está hospedando os seus sites em um ambiente exclusivo, sem compartilhá-lo com outros clientes. O plano de revenda não suporta o Banco de Dados que o seu cliente tanto precisa? Instale o banco de dados que você desejar – desde que suportado pelo sistema operacional do servidor – sem precisar esperar pelo apoio da nossa equipe, faça quando desejar e tenha quantos softwares/sistemas precisar, observando as limitações do plano, é claro.
O VPS também é indicado para clientes que desejam hospedar suas aplicações em um ambiente ainda mais seguro, afinal é isolado dos demais clientes. No plano de revenda o seu site também é isolado dos demais clientes, porém trata-se de um serviço compartilhado, porém com regras de firewall definidas por padrão, de acordo com as políticas da HostDime. Por outro lado, no VPS você pode customizar o firewall do seu servidor da melhor maneira e sem a necessidade de depender da nossa equipe para liberações/bloqueios de portas/ranges de IPs.
Através de um só servidor de grande capacidade de recursos são criadas instâncias de máquinas virtuais, com um número bem reduzido de clientes quando em comparação com serviços de revenda.
O uso do VPS pode ser observado nos dois seguintes exemplos: Se você tem uma aplicação Client-Server que roda localmente nos computadores dos clientes; Se os seus scripts rodam com um módulo específico de PHP, o VPS também é uma boa pedida, afinal você terá total liberdade de instalação dos seus scripts favoritos, desde que não comprometam a segurança do ambiente, é claro.

“Para que” e “quando” utilizar cada um dos três

Preparamos uma pequena tabela que te dirá quando e como utilizar a Revenda, VPS ou Dedicado, confira:

Revenda VPS Dedicado
Para Quem? Agências Web ou quem quer vender hospedagem Deseja um ambiente customizado e isolado Quem necessita alta disponibilidade, segurança e performance
Flexibilidade (Customização) Boa Alta Total
Estabilidade Boa Alta Total
Custo $ $$ $$$
Conhecimento técnico exigido Mínimo Elevado Elevado

A escolha consciente faz a diferença!

Todos os serviços têm os seus pontos positivos e negativos, mas o que vai definir o sucesso – e a rapidez que ele chegará – no seu negócio são as decisões que forem tomadas logo no começo da trajetória do mesmo. É importante identificar se o seu público-alvo terá um alto uso de recursos e de acordo com essa projeção escolher o serviço que melhor irá te atender.
A melhor invenção da comunicação escrita não foi o lápis, mas sim a borracha, pois com ela podemos ter a chance de errar mais uma vez. Neste caso, não menos diferente, se você escolheu um plano maior ou menor da demanda que terá a princípio, basta falar com a gente e o downgrade/upgrade será executado e a migração será feita pela nossa equipe =).
Dúvidas sobre serviços de revenda, VPS ou dedicados? Deixe o seu comentário.

Posts
Relacionados

14 Jul 2021 Leitura 6 min

HostDime Brasil é apontada como estrela em ascensão em relatório internacional.

voltar para o blog

#CONNECTEDHDBR

Receba nossas
novidades

Deixe seu e-mail para receber nossa newsletter
de novidades, descontos e lançamentos.


Siga nossas
Redes Sociais

Estamos
esperando seu
contato

4007 2085

Capitais e Regiões Metropolitanas

0800 000 2085

Demais Regiões

(+1) 407.756.1126

Ligue-nos Internacionalmente

Vendas / Suporte Financeiro

Segunda / Sexta • 8h - 18h

Suporte

24h por dia


PRODUTOS
Servidores DedicadosServer CloudColocationOutros Produtos
© 2021 HostDime Brasil. All rights reserved.
Contrato
Política de Privacidade
Cookies