Blog

Você já está nas Redes Sociais?

13 Mai 2011 • Leitura 5 min

Seria fácil se pudéssemos compactar as redes sociais, bebê-las e nos tornarmos os mais populares, não é mesmo? Pena que não é assim. Ter sucesso nas redes sociais depende de um conjunto de fatores, como a elaboração de conteúdo de qualidade, por exemplo. A força do conteúdo gerado pelas pessoas e não pelos canais de mídia tem ganhado cada dia mais espaço na web, que de fato se tornou colaborativa e poderosa.
O foco do nosso artigo é mostrar como as redes sociais podem ajudar a sua empresa a inovar o método de comunicação com os seus clientes. Esperar o cliente entrar em contato e não tomar as rédeas do bom atendimento poderão ser formas de te mostrar o caminho inverso ao da evolução tecnológica. Por outro lado, sendo a sua empresa do ramo da tecnologia, a  necessidade de estar nas redes sociais é ainda maior!

A sua empresa não quer aparecer?

Pergunte para amigos ou conhecidos que estão iniciando o próprio negócio: “Você quer que a sua marca seja conhecida?’. A resposta é uma só e nós sabemos qual é. Há um processo natural de diminuição do interesse pela divulgação nos negócios que começam a caminhar melhor. Entende-se que, dependendo do ramo de atuação da empresa, os próprios atuais clientes se encarregarão de recomendar novas contratações e, com isso, o investimento reservado para o marketing pode ser direcionado para outras necessidades. Ponto falho.
A internet nos traz uma enorme quantidade de meios de divulgação, seja através de links patrocinados, SEO, concursos culturais, e-mail marketing e muito mais; Mas há um modo muito interessante de divulgar a sua marca de uma forma gratuita: As redes sociais! Em poucos cliques é possível criar o usuário da sua empresa e começar a interagir com os seus clientes.
A rede social também pode ser vista como uma nova versão do boca-a-boca, onde a recomendação de marcas para amigos e parentes é feita de forma pública, podendo inclusive incentivar a outras pessoas – aquelas mais curiosas – a conhecer a sua marca e, quem sabe, se interessar por seus produtos ou serviços.
Só que há uma recomendação antes de pegar o seu teclado e sair digitando nas redes sociais: Não seja intrusivo(a)! É isso mesmo. Tome muito cuidado ao interagir pró-ativamente com os seus clientes, muitos deles poderão considerar a sua empresa oportunista e sentirão que as suas privacidades foram invadidas. A melhor forma de começar com o pé direito nas redes sociais é incentivar os seus atuais clientes a interagirem com a sua empresa (seguindo, dando um “gostar” no Facebook, etc.). O incentivo pode ser feito via e-mail, no contato pessoal, nos cartões de visita e mídias de comunicação oficiais, ou seja, em todos os lugares que a empresa achar conveniente.
Quanto mais seguidores, obviamente, maior será a possibilidade da marca prosperar.

Atualmente a sua popularidade é medida pelo número de seguidores/likers

E falando em popularidade, é o número de seguidores/likers/contatos/amigos/friends que determinarão a reputação da sua empresa. Em microblogs como o Twitter, alguns fatores, quando reunidos, podem motivar um cliente a dar um RT (encaminhar a mensagem) para seus seguidores, dentre eles:

  • A qualidade do conteúdo que está sendo divulgado;
  • A relevância deste conteúdo em relação aos assuntos que são tratados pela sua empresa;
  • O nível de interesse do seu seguidor com relação ao assunto abordado;
  • A capacidade de formação de opinião da frase enviada (este ponto é bastante interessante, normalmente as frases de impacto tendem a ser mais encaminhadas);
  • A quantidade de seguidores que visualizarão a mensagem
  • Etc…

Claro, estes são apenas ALGUNS dos fatores que poderão te dar alguns RT’s, mas não são únicos e muito menos regras. Cada nicho possui a sua forma de divulgação, porém estes meios já foram provados e aprovados, inclusive pela própria HostDime em algumas campanhas.
A facilidade sempre está próxima: Existem ofertas tentadoras de sistemas que adicionam seguidores/contatos automaticamente, deixando a sua empresa ser divulgada para milhares de contatos e com um baixo investimento. Ok, mas não caia no “conto do vigário”. A maioria destes sistemas não funcionam e, quando funcionam, muito dificilmente os filtros disponíveis permitirão que você tenha contatos de fato aproveitáveis para os seus produtos.
A rede social pode ser vista de duas maneiras, de forma majoritária:

  • Como ferramenta de fidelização: Atualmente, as médias e grandes empresas têm que, por obrigação, manter um perfil no Twitter para ter um atendimento próximo e ágil dos seus clientes. Apesar dos seus 140 caracteres, o Twitter é uma excelente forma de seus consumidores expressarem suas opiniões. Geralmente o Twitter é conhecido como passo que precede sites de reclamações;
  • Como meio de divulgação: Divulgação, em tese, de conteúdo que seja interessante e possa formar opinião posterior sobre algum produto da sua empresa. A divulgação inicial da marca pode ser feita através de promoções e concursos culturais. Para isto o Sorteie.me poderá te ajudar!

Outros sites, como o Facebook e o Orkut também são utilizados atualmente para sorteios e promoções. O apelo e o público alvo são diferentes em cada um dos sites, tudo dependerá do nicho de mercado que o seu produto pretende atuar. O Facebook ainda é muito novo para os brasileiros, a maioria da população ainda se concentra no bom e velho Orkut.

Benefícios da entrada da sua empresa nas redes sociais

Separamos alguns benefícios interessantes que podem motivar a entrada da sua empresa nas redes sociais. É um passo importante e DEFINITIVO. Uma vez participante deste novo processo de atenção ao consumidor, voltar atrás poderá significar um retrocesso tecnológico na visão de seus clientes, por isso planeje bastante antes de tomar uma atitude:

  • Visibilidade: A sua marca poderá ter uma divulgação ainda maior. Clientes poderão te recomendar para amigos, onde o “approach” da oportunidade de negócios será feito ali mesmo, na própria rede social, diretamente com o cliente indicado;
  • Referência para nichos: Dependendo de seus produtos, a sua marca poderá se tornar um ponto focal da rede social quando o assunto for dominado pela sua empresa. Lembre-se que o conteúdo é responsável por manter a sua marca em evidência;
  • Sorteios e promoções:  Quer um canal que possibilite uma maciça interação e participação dos seus clientes através de suas promoções ou concursos? Você vai encontrar o que precisa nas redes sociais. Sempre existem aplicativos web que facilitam os sorteios aleatórios, por exemplo;
  • Atendimento imediato: Microblogs conseguem ser mais rápidos que atendimentos via chat online e mais imediatos do que atendimentos telefônicos. Muitas ferramentas permitem que os seus funcionários recebam em tempo real as mensagens encaminhadas para o seu perfil diretamente em seus computadores.

E, é claro, os pontos negativos

Nem tudo são flores, há também os pontos negativos que devem ser destacados:

  • É tudo público: Com algumas exceções, todas as mensagens enviadas pelos seus clientes em sites de relacionamento, redes sociais e microblogs são públicas e podem motivar outros clientes. Aja rápido nas respostas das menções feitas nos microblogs e resolva os impasses o quanto antes. Quando possível e necessário, entre em contato com o cliente por algum outro meio de contato onde maiores detalhes possam ser passados;
  • O espaço é limitado: Como no caso do Twitter, o limite de 140 caracteres pode não ser suficiente para dar explicações ou interagir diretamente com seus clientes;
  • Conflito de canais e falta de controle: Estar em muitas redes sociais pode causar um conflito de canais para os seus clientes. Se o atendimento for mais eficiente pela rede social, o canal comum não será mais acionado com frequência. E, quando se está em muitas redes sociais, controlá-las pode não ser a mais fácil das tarefas;
  • Ausência de estatísticas: Como os casos virão diretamente pelas redes sociais, é importante manter um controle das solicitações, peneirando os assuntos mais abordados. Uma boa saída seria, talvez, fazer um tutorial dos casos mais comentados.

Poder das redes sociais? Quase não existe, só derrubou Governos e salvou vidas…

Mesmo com estes pontos negativos, é muito importante que a sua empresa esteja nas redes sociais. Diariamente novos clientes em potencial estão por lá, quem sabe procurando por uma empresa “2.0” como a sua.
E para os que ainda batem o pé e dizem que as redes sociais são para aqueles que gostam de publicar toda a sua vida pessoal – o que não deixa de ser verdade para alguns casos – devemos lembrar de alguns fatos importantes:

  • Governos comandados por ditadores foram derrubados por protestos que se iniciaram nas redes sociais, tomaram maiores proporções e acabaram culminando numa guerra civil que trouxe liberdade para os oprimidios…
  • O terremoto catastrófico do Chile ocorrido tempos atrás foi divulgado primeiramente no Twitter, antes de ser noticiado por redes maiores de televisão, como a CNN. Muitas destas redes tomaram conhecimento das proporções da tragédia através de imagens e relatos enviados pelos afetados.

Faça um teste. Crie um usuário em uma rede social e comunique os seus clientes. Mas lembre-se, para iniciar é preciso já contar com uma estrutura de atendimento para a rede social, uma vez que nesses tempos de web rápida, os teus 5 seguidores de hoje poderão se transformar em uns 5.000 amanhã!

Posts
Relacionados

04 Mar 2021 Leitura 6 min

Será que a sala CPD é a melhor solução para o processamento de dados do seu negócio?

voltar para o blog

#CONNECTEDHDBR

Receba nossas
novidades

Deixe seu e-mail para receber nossa newsletter
de novidades, descontos e lançamentos.


Siga nossas
Redes Sociais

Estamos
esperando seu
contato

4007 2085

Capitais e Regiões Metropolitanas

0800 000 2085

Demais Regiões

(+1) 407.756.1126

Ligue-nos Internacionalmente

Vendas / Suporte Financeiro

Segunda / Sexta • 8h - 18h

Suporte

24h por dia


PRODUTOS
Servidores DedicadosServer CloudColocationOutros Produtos
© 2021 HostDime Brasil. All rights reserved.
Contrato
Política de Privacidade
Cookies